Ação de sensibilização com estudantes marca o encerramento da campanha “10 minutos contra o Aedes”

Saúde

15/12/2017 as 14:53:17

Ação de sensibilização com estudantes marca o encerramento da campanha “10 minutos contra o Aedes”

Campanha realizada pela Secretaria de Saúde de Óbidos foi iniciada após levantamentos apontarem focos de dengue em todos os bairros da cidade.

As mobilizações da campanha “10 minutos contra o Aedes”, promovida pela Prefeitura de Óbidos, no oeste do Pará, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), foram encerradas com uma vasta programação realizada pelo Departamento de Vigilância em Saúde, na quinta-feira (14), no auditório da Escola São José.

Palestras, apresentações teatrais, orientações de como evitar a proliferação do mosquito, e atividades lúdicas, mostraram aos estudantes da rede municipal e estadual de ensino, a importância do envolvimento da população no combate ao mosquito transmissor Aedes aegypti.

A programação de encerramento voltada para os alunos, é umas das estratégias da Semsa. A intenção é que os alunos sejam multiplicadores das informações que foram repassadas durante o evento.


“Esse é o encerramento das ações da campanha. Mas, os trabalhos continuam ao longo do ano. Estamos direcionando esse evento de sensibilização para os estudantes, em especial as crianças da rede municipal, porque entendemos que elas serão as multiplicadoras dessas informações repassadas hoje aqui. O envolvimento delas com as atividades deixa claro o quanto esse tipo de ação é benéfico”, disse Moisés Portela da Silva, diretor do Departamento de Vigilância em Saúde da Semsa.

Desde o dia 9 de novembro, profissionais do Departamento de Vigilância em Saúde, intensificaram as visitas domiciliares, vistorias de pontos em diversos bairros da cidade considerados críticos e de risco a proliferação do mosquito; além de campanhas de educação em saúde e apresentação do tema em escolas e projetos sociais.

“Embora hoje, os estudos tenham avançado e conheçamos melhor quem é o mosquito e o que ele pode fazer, não há forma melhor de evitar a proliferação do que conscientizar as pessoas a não deixarem água parada, limpar seus quintais, ou até mesmo conscientizar os seus familiares, amigos e conhecidos desses cuidados básicos. A orientação e a ação da população nesse caso, ainda é a maior arma contra a dengue”, ressaltou a farmacêutica Miquela Paz, que palestrou durante o evento.

Em setembro de 2017, um levantamento do Departamento de Vigilância em Saúde, revelou que foram encontrados focos do mosquito em todos os bairros da cidade. Desde então, a Semsa, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, intensificou as ações de combate à dengue, e viu nas ações de orientação, uma das principais ferramentas para mudar esse cenário.

“Conversar com o público, mostrar a ele que em pouco tempo podemos tomar cuidados que evitam a proliferação do mosquito, é para nós a principal arma de combate à dengue. Por isso levamos essas ações para as escolas, projetos sociais e fomos nas casas conversar com a nossa população. Não temos dúvidas de que o retorno será eficaz”, disse a secretária municipal de saúde, Melina Braga.

Campanha

O objetivo é alertar a população de que o mosquito prolifera-se de forma muito fácil. O tema ‘10 minutos contra o Aedes’, na verdade, é uma forma de orientar os obidenses sobre os riscos que as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti podem trazer. A intenção é mostrar também que as doenças podem ser evitadas com medidas simples que tomam pouco tempo, bastando apenas atenção para não deixar água acumular.



Por: Érique Figueirêdo – ASCOM/PMO

Fotos: Odirlei Santos – ASCOM/PMO

Receba novidades por e-mail

SAC (93) 3547-3044